Como fazer um casamento por adesão?

01/12/2016

-
Hey, gente!

Uma dúvida que vi aos montes nos grupos de noiva é sobre a questão de fazer o casamento e de forma com que cada convidado pague por seu consumo.

Quando pensamos em casamento por adesão, várias dúvidas surgem, e acabamos ficando com mais dúvida sobre fazer ou não o casamento dessa forma.

Bom, tudo nessa vida precisa ser analisado com bom senso, e de forma racional. Sendo assim, o ideal é parar e refletir sobre as circunstâncias que vocês estão passando, e ver se o casamento por adesão será uma boa alternativa.

Um fato sobre casamento por adesão é: Muita gente pode acabar não indo. E isso não deve ser visto com olhar de reprovação, mas com paciência e compreensão.

Muitos convidados podem não ter como arcar com roupas, presente e o valor da adesão, então podem acabar optando por não ir. Agora, por outro lado, existem aqueles convidados que farão das tripas coração para conseguir estar presente nesse dia tão importante.

É uma situação bem delicada, e não deve jamais ser vista com olhos negativos. Ou seja, quem não compareceu, fazer o que. Quem compareceu, que maravilha!

Acredito que a principal dica em relação aos casamentos por adesão seja uma confirmação de presença efetiva. Assim, vocês não farão uma reserva muito além do número de presente, ou muito inferior. O ideal é ter uma média de quantas pessoas se comprometeram a ir, mesmo que tenham que bancar sua parte.

Neste post aqui eu dei uma dica super bacana de como confirmar a presença dos convidados gastando pouco. Vale super a pena ler e aplicar.

Agora, e como programar uma festa de casamento por adesão? Logo abaixo vou pontuar alguns tópicos que devem ser levados em consideração ao optar por uma festa de casamento por adesão:


1) Escolha uma data no começo do mês
A gente sabe que todo final de mês é complicado e apertado financeiramente. Por isso, para facilitarmos e conseguirmos o o maior número de convidados presentes em nossa festa, é importante pensar em uma data que seja logo no começo do mês. Assim, as pessoas conseguirão se programar, e poderão ir à festa já tendo incluído essa despesa nas contas do mês.


2) Escolha um local que seja condizente com as condições financeiras dos seus convidados
É muito importante que o local onde será celebrada a festa de casamento de vocês esteja dentro dos padrões financeiros dos seus convidados. Muitas famílias são compostas por no mínimo duas pessoas, sendo assim, se o valor a ser pago por pessoa for muito elevado, no final vocês podem acabar tendo um número muito grande de convidados que não terão condições de ir prestigiar vocês.



3) Evite surpresa! Deixe claro para os convidados sobre a festa ser por adesão
Não há nada pior do que sermos cobrados por algo que não sabíamos que deveríamos pagar. Sendo assim, na hora de escrever as informações do convite, é muito importante que seja dito que a festa acontecerá em formato de adesão voluntária. Assim, todos saberão que já precisam separar um valor para a festa de casamento.

Uma forma de relembrar os convidados é colocando essas informações no site do casal, e escrevendo na hora de enviar a mensagem de confirmação de presença.

Vocês têm alguma outra dica? Deixem as sugestões nos comentários!

E sempre tenham em mente que o mais importante em um casamento é a certeza de estar dizendo sim para a pessoa certa.

Um grande abraço!

0 comentários:

Postar um comentário

 
instagram
Pesquisas de Noiva Layout por Bárbara Lara | Programação por Onze Web.